Goiás

Caminhoneiro morre após bater em carreta e sair da pista na BR-452, em Itumbiara

Segundo PRF, suspeita é que Emerson Ferreira Perpétuo tenha dormido ao volante. Motorista do outro veículo não se feriu. Caminhão saiu da pista na BR-452 em Itumbiara, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução O caminhoneiro Emerson Ferreira Perpétuo, de idade não divulgada, morreu neste sábado (21) após bater de frente com uma carreta e sair da pista, na BR-452 em Itumbiara, na região sul de Goiás. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a principal suspeita é que a vítima tenha dormido ao volante e invadido a pista contrária. O acidente ocorreu na madrugada deste sábado. No local da colisão, partes do caminhão e objetos pessoas ficaram espalhados na pista. De acordo com apuração da TV Anhanguera, o motorista da carreta atingida disse à PRF que percebeu que o caminhão trafegava no sentido contrário, tentou desviar, mas não conseguiu evitar a batida. Segundo a corporação, o Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou a morte de Emerson no local do acidente. O outro motorista envolvido foi retirado do veículo sem nenhum tipo de ferimento. O trânsito na BR-452 ficou parcialmente interditado até as 10h desta manhã para retirada dos veículos da pista, mas o fluxo de veículos, conforme a corporação, já foi normalizado. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Arquitetos dão dicas de como aproveitar ambientes amplos em apartamentos de luxo, em Goiânia

Eles sugerem a criação de mais de um espaço em salas grandes e citam como cores e móveis podem ajudar a diminuir sensação de vazio. Sala de estar com ambientes conectados no Setor Nova Suiça em Goiânia, Goiás Vanessa Chaves/G1 Arquitetos de Goiânia estão aproveitando as grandes proporções das salas de estar em apartamentos de luxo para inovar na decoração. Um mesmo espaço passa a abrigar ambientes diferentes, diminuindo a sensação de vazio. O arquiteto Fernando Galvão afirma que a criação do projeto para o interior de áreas grandes demanda um trabalho maior. "Os ambientes menores são mais direcionados e compactos para elaborar. Já os ambientes mais amplos demandam um trabalho maior, por terem mais espaços para criar.? Ele também deu dicas para tornar o lugar mais agradável. ?Materiais de madeira e tons mais escuros nos móveis ajudam a 'fechar' mais o ambiente, trazendo mais aconchego ao espaço", explica. A arquiteta Adriana Mundim também cita opções para ?melhorar? o ambiente. Ela conta priorizar tons neutros e pitadas de cores em poltronas e almofadas em situações do tipo. Mesas também são usadas para delimitar cada espaço. Grandes vasos de vidro e grandes luminárias ajudam a preencher o ambiente e dão um toque alegre ao espaço. ?Dar utilidade aos espaços quando eles são amplos é desafiador. É preciso investir em móveis com proporção maiores, como sofás mais longos e poltronas mais profundas?, conta. O ponto central está na funcionalidade dos objetos decorativos e móveis. Segundo ela, a dica é abusar de cômodas e aparadores que servirão de porta-objetos, abajures, porta-retratos e lembranças de viagens. ?Como o espaço é amplo, uma mesa pode ser usada encostada em uma parede ou até mesmo atrás de um sofá?, diz a arquiteta. Persianas também podem ser usadas como divisórias de ambientes e ajudam a promover a sensação de acolhimento. ?O que acreditamos é que a utilidade deve dar o tom conforme o perfil do cliente. Se ele escolhe um amplo e quer uma visão livre, mobiliar demais não é o perfil, mas se o cliente prefere ambientes organizados e queira que cada um deles tenham uma uso diferente, apostar em mobílias de utilidade é a solução?, conta Adriana Mundim. Ambiente amplo no Setor Nova Suiça em Goiânia, Goiás Vanessa Chaves/G1 Vazio X preenchimento Entre os ambientes comumente planejados para ?ocupar? parte das salas amplas estão espaço para jogos, espaço para leitura e espaço goumert. Também é possível criar uma galeria de arte. O arquiteto Bruno Veras conta que o importante é respeitar o que o espaço e o próprio cliente estão pedindo em termos de uso. ?O que devemos analisar é se as proporções estão adequadas, seja nos amplos ou compactos?, explica. Embora o senso comum considere que deve-se ocupar todos os espaços, o arquiteto afirma que nem tudo precisa ser preenchido. ?Os espaços vazios também são bem-vindos, principalmente para valorizar uma arquitetura bem definida.? Outro elemento importante é a cor. ?Ela passa toda uma conotação de personalidade ao ambiente, podendo ser forte ou neutra, clara ou escura, em grandes ambientes, existe mais liberdade de escolha", afirma. * Vanessa Chaves é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), sob orientação de Elisângela Nascimento. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Funcionário público da Prefeitura de Palmas é preso suspeito de roubo a banco

Segundo a polícia, ele integrava uma quadrilha e teria participado de uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia, no início deste ano. Prisão foi feita pela Delegacia de Investigações Criminais de Palmas. Suspeito foi preso pela Polícia Civil do Tocantins SSP/Divulgação Um funcionário público da Prefeitura de Palmas foi preso na manhã desta quinta-feira (19) suspeito de integrar uma quadrilha especializada em roubo a bancos. Segundo a Delegacia de Investigações Criminais de Palmas (Deic), Evandro Lanuce Tavares dos Santos estaria envolvido em uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia (GO). Na época, quatro criminosos foram mortos em confronto com a polícia. A prisão foi feita em um posto de combustíveis em Palmas, em cumprimento a um mandado da Justiça de Goiás. Tavares é assistente administrativo da Secretaria Municipal de Saúde. Conforme as investigações, o suspeito participava ativamente da quadrilha. O grupo, ainda de acordo com a Deic, tinha ramificações por vários estados, mas atuava principalmente no Tocantins, Ceará e Goiás. "A investigação começou após uma ação frustrada em Aparecida de Goiânia pela Deic de Goiás, juntamente com a Polícia Militar. Ele participa de uma organização criminosa responsável por assaltos em vários estados e muitos dos membros são do Tocantins. Depois dessa ação malsucedida, em que os quatro membros morreram em confronto, ele foi identificado e a prisão dele foi decretada pela Justiça de Goiás. Hoje nós conseguimos localizá-lo e fazer a prisão", explicou o delegado Leandro Risi Santos, da Deic de Palmas. O suspeito foi levado para a sede da Deic, em Palmas. Em entrevista à reportagem da TV Anhanguera, ele negou as acusações e disse que não tem relação com nenhuma quadrilha. Segundo o delegado Leandro Risi, ele também é investigado por crimes cometidos no Tocantins. Em nota, a Prefeitura de Palmas informou que o servidor Evandro Lanuce Tavares dos Santos atuava como assistente administrativo na Gerencia de Risco Ocupacional da Secretaria Municipal de Saude. Disse que o crime investigado não tem nenhuma relação com as atividades funcionais do servidor. Falou ainda que após a conclusão da investigação policial e a manifestação da Justiça, o município tomará as providências administrativas. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.

Veja receita de peixe na telha feito com pintado do Rio Araguaia, em Aruanã

Equipe do JA1 foi até a cidade em alta temporada de férias para aprender a fazer o delicioso prato. Quem ensina o prato é o chefe de cozinha e bombeiro Anderson Caetano de Morais. Pintado faz sucesso em restaurante de Auranã, em Goiás TV Anhanguera/Reprodução Durante a temporada de férias, a equipe do Jornal Anhanguera 1ª Edição foi até Aruanã, na região noroeste de Goiás, para aprender a fazer uma receita de peixe na telha, com pintado pescado no Rio Araguaia (veja abaixo). O prato é um dos mais pedidos na cidade durante o mês de julho, quando turistas lotam os acampamentos às margens do rio. Quem ensina o prato é o chefe de cozinha Anderson Caetano de Morais, da Panelinha Vale, que fica no Centro de Aruanã. Anderson, que é bombeiro durante o dia, explica que a vocação para a cozinha começou quando ele servia a aeronáutica. Na época, ele afirma que foi trabalhar em um rancho e foi colocado para cozinhar. Veja abaixo como fazer o peixe na telha: Ingredientes: Peixe: 600 g de posta de pintado 50 ml de azeite 100 g de camarão 1 tomate 150 g de pimentões coloridos 2 pimentas de cheiro Pimenta do reino a gosto 1 cebola 5 dentes de alho 30 g de colorau 100 a 150 ml de leite de coco 1 caixinha de creme de leite 1 limão Pirão: 200 g de farinha de mandioca 1 pimenta de cheiro Cheiro verde a gosto 100 g de cubos de peixe 1 dente de alho ½ cebola Modo de preparo: Tempere as postas de peixe com alho, sal, limão e pimenta moída. Deixe descansar por alguns minutos. Em seguida, corte os tomates em cubos, os pimentões e a cebola Aqueça uma panela, adicione azeite e o alho, deixe dourar e adicione coloral. Enquanto refoga o alho, adicione os tomates em cubos. Na sequência acrescente água e o fundo do peixe. Deixe ferver, adicione as postas de peixe, a cebola, os pimentões e o leite de coco. Deixe apurar um pouco e coloque cheiro verde e pimenta de cheiro. Quando o peixe já estiver cozido, desligue o fogo e adicione um pouco de creme de leite.

Ex-chefe diz que Dr. Bumbum se recusava a fazer residência médica

Por um ano, em Brasília, ele foi autorizado a fazer apenas trabalho burocrático, sem contato com pacientes. Denis Cesar Barros Furtado, o Dr. Bumbum, é considerado foragido pela Justiça Reprodução/Instagram Um ex-chefe do médico foragido Denis Cesar Barros Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, relatou ao G1 nesta quarta-feira (18) que o subordinado se recusava a fazer residência ou qualquer outra especialização para exercer a medicina. Por isso, durante o ano em que ficou no hospital, em Brasília, de 2009 a 2010, foi autorizado a fazer apenas trabalhos burocráticos. O médico já tinha 36 anos. Dr. Bumbum negociava cirurgias estéticas pelo WhatsApp; ouça ?Uma vez, ele disse que estava querendo fazer um curso de pós em Belo Horizonte, em fins de semana. Eu orientei: ?Você ainda é novo, faz uma residência, um curso sério. Você não tem formação séria?. Mas ele não queria estudar. Não quis?, disse o ex-chefe, que preferiu não se identificar. ?O que eu verificava era a pouca vontade de fazer as coisas dentro dos critérios de seriedade. Queria um atalho, o que até pode ser economicamente mais interessante, mas não o certo.? O G1 tentou falar com a defesa de Dr. Bumbum, mas a advogada não retornou os contatos. Na terça (17), ela afirmou que "muitas das informações que estão circulando na internet e redes sociais acerca do médico são inverídicas". Quadro "Pergunte ao Doutor" tira dúvidas sobre bioplastia Sem especialização Para atuar como cirurgião plástico ? como fazia o Dr. Bumbum ?, a residência é obrigatória. São dois anos trabalhando como cirurgião geral e mais três anos fazendo apenas plástica. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Dr. Bumbum não é especialista e realizava os procedimentos em local inadequado, como o que supostamente matou uma paciente em um cobertura no Rio de Janeiro. ?Ele se formou no Rio, trabalhou como médico, mas sem nenhuma especialidade. Ou seja, só poderia trabalhar como médico generalista. Então ele só assessorava, fazia serviços burocráticos, distribuía documentos aqui e lá. Nunca teve contato com paciente?, continuou o antigo chefe. Saiba como contratar uma plástica com segurança Ao analisar a conduta do ex-funcionário, o profissional disse que não suspeitava que ele pudesse trabalhar de forma clandestina. Mas relembrou que ele sabia como ?enganar as pessoas?. ?Não é preciso ter contato com a área para saber que ele é muito eloquente, sabe articular as palavras. Então, para ele, é fácil enrolar uma pessoa levando para um apartamento e fazer um procedimento, que é claramente todo errado.? Denis Furtado é popular nas redes sociais, onde ele mesmo se fez conhecer pelo apelido de Dr. Bumbum. No Instagram, ele tem mais de 645 mil seguidores. Médico tem 645 mil seguidores no Instagram Instagram/Reprodução Investigações O médico é alvo de um inquérito da Polícia Civil, motivado por pelo menos seis denúncias. Até esta quarta-feira (18), o Ministério Público informava que não tinha conhecimento de denúncia contra o médico à Justiça. No entanto, o órgão disse que existe a possibilidade de ele já estar respondendo judicialmente em algum processo que esteja correndo em sigilo. O registro dele no Conselho Regional de Medicina (CRM) do DF continua ativo ? não indicando nenhuma especialização. De acordo com o órgão, um médico pode conseguir o registro mesmo sem ser especializado. Também informou que todo médico pode fazer qualquer procedimento ou cirurgia, contanto que não se intitule como o especialista na área. Fachada do Hospital das Forças Armadas (HFA) no Cruzeiro, em Brasília Google/Reprodução Hospital e clínica No Distrito Federal, Dr. Bumbum trabalhou em ao menos três lugares. Uma clínica mantida no Lago Sul, área nobre de Brasília, foi considerada clandestina pela Polícia Civil. Segundo pacientes, ele também atendia em uma clínica na Asa Norte. Além disso, ele trabalhou no Hospital das Forças Armadas (HFA), onde exercia a função de oficial médico temporário. Durante o período, o HFA não abriu nenhum procedimento administrativo ou sindicância contra ele. ?O médico militar é observado pelo chefe da clínica e avaliado anualmente?, informou a assessoria de imprensa do centro de saúde. Ele saiu do HFA porque não quis prorrogar o tempo de trabalho na unidade. Veja mais notícias sobre a região no G1 DF. Initial plugin text

Esportes

Brasil

Carlinhos Maia apresenta show de humor 'Mas, Carlos!' pela primeira vez no AP

Espetáculo será no dia 30 de setembro, no Teatro das Bacabeiras. Apresentação aposta na interação com o público para garantir risadas. Comediante Carlinhos Maia se apresentará pela primeira vez em Macapá no dia 2 de setembro Divulgação O alagoano Carlinhos Maia é um dos fenômenos das redes sociais, somando quase 10 milhões de seguidores no Instagram e Facebook. Conhecido pelos vídeos bem humorados, o artista estará no Amapá pela primeira vez no dia 30 de setembro, às 20h, no Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá. O show havia sido marcado para o dia 2 de setembro, mas, por problemas de saúde da mãe dele, o artista anunciou o adiamento da apresentação através das próprias redes sociais. A organização do evento informou que os ingressos comprados anteriormente serão válidos para a nova data. A devolução do ingresso também está sendo feita. Maia se destacou na internet falando do seu dia a dia e assuntos cotidianos com irreverência, além de mostrar a convivência com os vizinhos na vila onde mora, na cidade de Penedo, em Alagoas. No show "Mas, Carlos!", que será apresentado na capital, o artista relata vários momentos de sua trajetória, até o sucesso com vídeos na web. Ele aposta na interação com o público para garantir risadas. Outro característica do show é que Maia conta, de forma bem humorada, um pouco sobre a vida de "digital influencer", que é uma espécie nova de celebridade. Marlon Santos, produtor do espetáculo, comenta que Maia é, atualmente, um dos maiores fenômenos das redes sociais e que o novo show dele é um dos mais procurados do país. "A motivação para trazer o Carlinhos [Maia] para Macapá é bem simples, ele está bombando nas redes sociais e todo mundo no país quer conhecer mais sobre ele, o que é justamente o que será apresentado no espetáculo", falou. Para garantir os ingressos antecipados, que custam de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Serviço Espetáculo 'Mas, Carlos!' Data: 30 de setembro (domingo) Local: Teatro das Bacabeiras Hora: 20h Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) Informações: (96) 98138-0887 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

18/08/2018 19:35:50

Michele Maycoth interpreta sucessos de Maria Gadú em noite romântica no AP

'Linda Rosa', 'João de Barro' e 'Shimbalaiê' fazem parte do repertório. Evento será realizado no dia 1º de setembro num espaço cultural na Zona Central de Macapá. Apresentação está marcada para o dia 1º de setembro, em um espaço cultural em Macapá Michele Maycoth/Arquivo Pessoal Interpretando sucessos de Maria Gadú, uma das relevações da MPB, a cantora amapaense Michele Maycoth prepara um show que promete embalar os apaixonados. A apresentação está marcada para o dia 1º de setembro, a partir das 20h, em um espaço cultural na Zona Central de Macapá. Com uma apresentação predominantemente acústica e intimista, a cantora espera estar mais próxima do público, principalmente para cantar junto com ela sucessos como "Linda Rosa", "João de Barro", "A História de Lilly Braun" e "Shimbalaiê". De acordo com a produção do show, Michele tocará durante mais de uma hora e também haverão participações especiais, entre elas, Alexandre Moraes, Erick Pureza e Nitai Silva. Os ingressos podem ser adquiridos em dois postos de vendas na Zona Central da capital e com a produção do show ao preço inicial de R$ 10. Sucessos como 'Linda Rosa', 'João de Barro' e 'Shimbalaiê' não vão ficar de fora do show Divulgação Serviço Michele Maycoth canta Maria Gadú Data: 1º de setembro (sábado) Hora: 20h Local: Quintal Walô 54 (Avenida José Antônio Siqueira, 1212, bairro Jesus de Nazaré) Ingressos: R$ 10 (1º lote) Postos de vendas: Norte Rock (Villa Nova Shopping); Quintal Walô 54 Informações e compra de ingressos: (96) 98142-0743 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

17/08/2018 13:05:25

Exposição 'Minha Aldeia' reúne fotografias inspiradas no cotidiano amapaense

Mostra reúne 27 imagens do fotógrafo Floriano Lima. Vernissage acontece no dia 24 de agosto no Sesc Centro, em Macapá. Visitações seguem até 20 de setembro. Mostra 'Minha Aldeia' busca evidenciar as belezas escondidas na simplicidade da vida no Amapá Floriano Lima/Divulgação Com fotos de paisagens, cartões-postais e até mesmo de trabalhadores à beira do Rio Amazonas, o fotógrafo Floriano Lima reúne 27 imagens que retratam o cotidiano amapaense na exposição "Minha Aldeia". A mostra ficará aberta ao público de 27 de agosto a 20 de setembro, na unidade Centro do Serviço Social do Comércio (Sesc), em Macapá. O fotógrafo define não existir um tema específico na exposição, condição que deu a ele liberdade para retratar desde as fotos mais "clichês", até imagens comuns do dia a dia. "Sempre gostei de fotografar nossos cartões postais porque eles são muito bonitos e únicos. Então, por mais 'batidas' que pareçam, eles fazem parte da proposta da exposição", adiantou. Dormir na rede, trabalhar com embarcações ou até mesmo o céu no fim de tarde são inspirações para o fotógrafo, que diz buscar evidenciar as belezas escondidas na simplicidade. Todas as imagens foram feitas entre 2016 até este ano. Elas compõem fases da profissão de Floriano Lima, de 56 anos, que iniciou a fazer "clicks" aos 17. "Essas fotos são recentes e fazem parte da minha carreira profissional. Apesar de fotografar desde a adolescência, quando ganhei minha primeira câmera fotográfica, trabalho profissionalmente na área há cerca de 5 anos", contou. A vernissage da exposição acontece no dia 24 de agosto, às 19h público poderá prestigiar a mostra de segunda a sexta-feira, no horário das 9h às 11h e das 15 às 17h. Serviço Exposição fotográfica "Minha Aldeia" Data: vernissage 24 de agosto; visitações de 27 de agosto a 20 de setembro Hora: abertura 19h; visitações das 9h às 11h e das 15h às 17h Local: Sesc Centro Entrada: gratuita Fotógrafo reuniu 27 imagens para a mostra que acontece até o dia 20 de setembro Floriano Lima/Divulgação Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

08/08/2018 08:14:37

Peça teatral amapaense vai narrar acontecimentos 19 anos depois do último livro de Harry Potter

Espetáculo está marcado para os dias 16 e 17 de agosto, no Teatro das Bacabeiras. Adaptação amapaense vai regionalizar história original que é inglesa. Peça teatral 'Harry Potter e o Herdeiro Amaldiçoado' será nos dias 16 e 17 de agosto, em Macapá Google Inspirada na peça londrina que contou os acontecimentos 19 anos depois de "Harry Potter e as Relíquias da Morte", um grupo amapaense de teatro propõe uma adaptação do espetáculo que virou sucesso no Reino Unido e bateu recorde de bilheteria na Broadway. A apresentação acontece nos dias 16 e 17 de agosto, às 20h, no Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá. Intitulado "Harry Potter e o Herdeiro Amaldiçoado: A Oitava História Dezenove Anos Depois", a peça do grupo "O Beco Teatral e o Projeto Literar Amapá" segue a estrutura do espetáculo londrino, com os protagonistas da saga mais velhos e focando a aventura nos filhos do feiticeiro. De acordo com um dos diretores da peça, Iury Laudrup, o trabalho foi regionalizado. "Nosso trabalho é adaptar, uma vez que a peça original tem mais de 5 horas de duração. Então, encurtamos a história e regionalizamos o roteiro para que nossa peça tenha sua própria identidade", ressaltou. O espetáculo amapaense conta com oito personagens no elenco principal e 12 pessoas na produção e terá uma hora e meia de duração. Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos antecipadamente em três postos de vendas na Zona Central da capital, ao preço de R$ 15 + um quilo de alimento não perecível. História A montagem teatral continua a história de Harry Potter de onde o sétimo e último volume da saga de J.K. Rowling parou, com um enredo envolvendo um Harry adulto e o seu filho do meio, Alvo Severo. Ele também é pai de Tiago Sirius, o mais velho, e de Lília Luna, a caçula. Agora, Potter é um funcionário sobrecarregado de trabalho no Ministério da Magia, com três crianças em idade escolar. Ele "lida com um passado que se recusa a ficar no lugar ao qual pertence", diz um texto sobre a peça. Enquanto isso, Alvo, assim chamado em homenagem ao antigo diretor de Hogwarts e mentor de Harry, Alvo Dumbledore, se esforça para lidar com o peso do legado da família. Serviço "Harry Potter e o Herdeiro Amaldiçoado: A Oitava História Dezenove Anos Depois" Datas: 16 e 17 de agosto Local: Teatro das Bacabeiras (Rua Cândido Mendes, 1087 ? Centro) Ingressos: R$15 + um quilo de alimento não perecível Postos de Venda: Livraria Acadêmica (Macapá Shopping - Piso L2); Amapanime Space (Avenida Vereador Orlando Pinto, Nº: 640F - Santa Rita); Parada do Cachorro Quente (Rua Odilardo Silva, Nº: 2289 - Centro) Informações: (96) 98128-4949 / (21) 96979-6812 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

05/08/2018 08:15:14

Levantamento do G1 mostra variação de preço nas opções de transporte em Divinópolis; confira

Valores dos meios disponíveis na cidade variam de R$ 4,05 a R$ 15. Preço do transporte coletivo varia de acordo com forma de pagamento e para comunidades rurais TV Integração/Reprodução Quem mora em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, e precisa se locomover conta, atualmente, com três empresas de aplicativos, ônibus, taxis e mototaxis à disposição. Mas, destas, qual a mais barata? O G1 fez um levantamento com todos os tipos de transporte disponíveis na cidade. Com base em uma viagem de dois quilômetros, o usuário gasta entre R$ 4,05, caso opte por ir de ônibus, a R$ 15 caso faça o trajeto em um táxi ou em dos aplicativo disponíveis na cidade. Ônibus Segundo a Prefeitura, o meio de transporte mais utilizado no município é o transporte público, que tem cerca de 80 mil usuários por dia. O valor das passagens, no entanto, varia. Atualmente, o transporte público municipal custa R$ 4,05 para pagamento em dinheiro e R$ 3,60 para pagamento via cartão de vale-transporte. Segundo a Prefeitura, a frota é de 153 ônibus na cidade. Destes, 144 fazem viagens diárias e outros nove funcionam como veículos reservas. Para as comunidades rurais, o preço varia de acordo com a distância da comunidade ao centro da cidade. Veja na tabela os preços: Preços de ônibus para comunidades rurais em Divinópolis Táxis e Mototáxis Segundo a Associação dos Taxistas de Divinópolis, o número de motoristas não acompanha o tamanho da população. Atualmente, existem 90 taxistas no município espalhados em pontos estratégicos da cidade como no Centro, rodoviária e próximo à supermercados. A associação, no entanto, afirma que os pontos são insuficientes e bairros mais afastados também deveriam ter a presença dos veículos. Atualmente, uma corrida do Centro até o bairro Niterói, com cerca de dois quilômetros de distância, custa, em média, R$ 15 dependendo da bandeira. Valor médio do táxi em Divinópolis para corrida de 2 km é de R$ 15 Reprodução/TV Integração Deste valor, R$ 4,50 são impostos que devem ser repassados ao município ? o valor é, também, o valor inicial registrado no taxímetro, segundo a associação. O serviço de mototáxi foi regulamentado em agosto do ano passado e atualmente, segundo a Prefeitura, cerca de 60 mototaxistas atuam nas quatro empresas regularizadas no município. O preço das corridas, no entanto, é calculado pelos próprios motoristas e não é tabelado. Usando como parâmetro a distância levantada com o táxi, três mototaxistas da cidade afirmaram valores distintos para a corrida: o primeiro disse ao G1 que cobraria R$ 5. O segundo, R$ 7 e o terceiro cobraria R$ 10 pela corrida. Segundo a Prefeitura, a diferença é considerada normal porque os gastos do mototaxista varia de acordo com o tipo de moto conduzida por ele e, diferentemente dos táxis, o serviço não possui um valor mínimo estipulado. Mototáxi também apresenta variação no preço Reprodução/Tv Integração Aplicativos A cidade conta, ainda, com três opções de transporte por aplicativo: Uber, Go Car e Uper 7. Para usar o serviço, o usuário deve instalar os respectivos aplicativos em seu smartphone. Segundo um dos proprietários do Go Car, Bruno Alvim, a tarifa do serviço é cerca de 25% menor do que a cobrada pelos táxis. Atualmente, a empresa conta com cerca de 20 veículos pela cidade. No trajeto entre o Centro e o Bairro Niterói, por exemplo, a corrida ficaria em R$ 7. A Uper 7, empresa fundada em 2009, afirmou contar com cerca de 30 veículos cadastrados na cidade. Destes, a tarifa básica dos taxistas é mantida e cobra-se entre R$ 2,17 e R$ 2,50 por quilômetro, dependendo do tipo de veículo solicitado. O valor estimado pelo aplicativo no trajeto escolhido pelo G1 apontou o mesmo preço do táxi. A Uber, por sua vez, informou, por meio da assessoria, que divulga somente dados estaduais. Segundo a empresa, em Minas Gerais atualmente existem 35 mil motoristas atuando pelo aplicativo. Um motorista que faz corridas pelo aplicativo da Uber em Divinópolis, e que pediu para não ser identificado, revelou ao G1 que existe um grupo de mensagens instantâneas com os motoristas da empresa na cidade e que, atualmente, existem cerca de 60 pessoas. No trajeto calculado pela reportagem, a corrida ficaria em R$ 6,75. Contudo, o motorista alerta que o preço varia conforme o horário e a demanda dos usuários. Com relação ao transporte particular, Divinópolis conta atualmente com cerca de 125 mil veículos - uma média de dois habitantes por veículo.

30/07/2018 10:57:01

Show de humor em Macapá leva histórias de ribeirinhos da Amazônia para o teatro

Dupla Epaminondas Gustavo e Adilson Alcântara apresentam ?Agora é que são Eles?, na sexta-feira (3), no Teatro das Bacabeiras. Lançamento de livros também marcam visita dos humoristas ao AP. Epaminondas Gustavo (com a bandeira) e Adilson Alcântara no show 'Agora é que são Eles? Divulgação Histórias engraçadas de ribeirinhos que vivem no interior do Pará inspiraram o repertório de ?Agora é que são Eles?, novo show de humor da dupla paraense Epaminondas Gustavo e Adilson Alcântara. A apresentação do espetáculo acontece na sexta-feira (3), no Teatro das Bacabeiras, em Macapá. Com o sotaque típico da região, o personagem Epaminondas Gustavo, interpretado pelo ator Cláudio Rendeiro, conta aventuras, reclamações, desavenças, conselhos e fatos de comunidades que vivem às margens de rios. A apresentação teatral é acompanhada por canções de Alcântara. Além de ator, Rendeiro é juiz do Tribunal de Justiça do Pará. Ele caracterizou o protagonista do show de humor como um morador de São Caetano de Odivelas, cidade natal do magistrado, com linguajar ?caboco? e cheio de expressões. Alcântara é um artista paraense com 25 anos de carreira como cantor, compositor, humorista e produtor cultural. Ele é o responsável por equilibrar o humor com a paródia, que também faz parte da vida dos ribeirinhos, e conta as piadas com ritmo e acompanhado por um violão. A dupla fez uma apresentação em Macapá em maio, lotou o teatro e quer repetir a experiência na capital. Espetáculo leva histórias hilárias da região ribeirinha do Pará Divulgação Livros e palestra Um dia antes da apresentação no Teatro das Bacabeiras, os humoristas vão fazer o lançamento dos livros ?Sátira de um Ribeirinho?, que traz crônicas e histórias no olhar de Cláudio Rendeiro, e ?Lírica Ribeirinhas e Outras Margens?, com o lado poético do artista. O lançamento dos livros é gratuito acontece após uma palestra-show voltada para alunos do curso de direito, no auditório do Sebrae em Macapá. Serviços Palestra-show para estudantes de direito Data: 2 de agosto (quinta-feira) Hora: 19h Local: Auditório do Sebrae (Av. Ernestino Borges, 740 - Laguinho) Entrada: R$ 20 Lançamento dos livros Data: 2 de agosto (quinta-feira) Hora: 20h30 Local: Auditório do Sebrae Entrada: franca Show de humor 'Agora é que são Eles' Data: 3 de agosto (sexta-feira) Hora: 20h Local: Teatro das Bacabeiras Ingresso: R$ 30 Informações: (96) 98139-9346 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

29/07/2018 08:46:40